Please disable Ad Blocker before you can visit the website !!!

Cresce Locação de Salas Comerciais em SP.

by Lello Imóveis   ·  3 anos ago  
thumbnail

“Levantamento da Lello aponta que cresce locação de salas comerciais e tempo médio diminuiu de cinco para dois meses”

Cresce-locação-lello

Exatamente o levantamento da Lello, administradora e imobiliária paulistana, aponta um crescimento de 59% no número de novos contratos de locação de salas comerciais na cidade de São Paulo e no Grande ABC nos seis primeiros meses deste ano, em comparação a igual período de 2016.

Segundo o balanço, houve queda de 6,6% no preço médio dos alugueis nessa categoria, que passaram de R$ 1.500 mensais no ano passado para R$ 1.400 neste ano.

O tempo médio pelo qual uma sala comercial fica desocupada a partir da sua disponibilização no mercado caiu de cinco meses para dois meses no comparativo entre os dois períodos.

Do total de novas locações de salas comerciais viabilizadas pela Lello nos seis primeiros meses deste ano, 30% foram na zona sul da cidade de São Paulo, 29% na zona leste, 20% na oeste, 11% na norte e 10% no ABC paulista. O tamanho médio das unidades locadas ficou entre 30 e 50 metros quadrados.

Segundo Roseli Hernandes, diretora de Locação da Lello Imóveis, as novas locações de salas comerciais estão sendo impulsionadas pela abertura de novos negócios e por mudanças de inquilinos de salas maiores para menores.

“Os proprietários também estão mais flexíveis. Eles entenderam a dificuldade do mercado, com oferta maior que a demanda, e aceitam negociar o valor do aluguel. Alguns oferecem abonos nos primeiros meses aos inquilinos para viabilização do negócio”, diz Roseli.

A diretora Roseli observa que, embora a oferta de salas comerciais para locação ainda esteja maior que a demanda, o crescimento verificado nos seis primeiros meses de 2017 foi expressivo para um mercado que estava praticamente parado. A imobiliária Lello aposta que estes indicadores continuem em crescimento até o fim deste semestre,

 

 

Matéria Vinculada ao Estadão