Please disable Ad Blocker before you can visit the website !!!

20 Bairros e Regiões para você se apaixonar por São Paulo

by Lello Imóveis   ·  8 meses ago  
thumbnail

São Paulo pode  ter o seu lado caótico, mas em compensação oferece muitas atrações para todos os gostos, bolsos e idades.

Ao percorrer 20 bairros da cidade, encontramos muitos motivos para amar a cidade em todas as suas facetas: cultural, gastronômica, histórica, boêmia e natural.

1) Lapa / Pompeia

Wikimedia

Arquitetura arrojada do Sesc Pompeia

“Um lugar por onde se passa” é o significado de “Emboaçava”, palavra em tupi-guarani que nomeou a Lapa por séculos. Hoje, o bairro da Zona Oeste de São Paulo está cheio de bons motivos para passar, amar e esticar algumas horinhas. Um dos principais é o Sesc Pompeia com arquitetura arrojada de Lina Bo Bardi e agenda cultural apaixonante. Também amamos pelas peças baratinhas do Teatro Cacilda Becker, os diversos botecos tradicionais e os produtos que encontramos no Mercadão da Lapa.

2) Ipiranga

Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SPFrequentadores se divertem no feriado no Parque da Independência

O bairro da Zona Sul conhecido por seu burburinho, desde a época em que Dom Pedro gritava por independência, ainda mantém toda a riqueza desse marco histórico no Parque da Independência, que além do Monumento com a cripta onde estão os restos mortais de D. Pedro, tem a Casa do Grito e uma grande área verde com belos jardins e espaços livres utilizados para andar de skate, patins e bike. E apesar de o Museu Paulista estar fechado para reformas, os visitantes podem admirar a sua bela arquitetura inspirada em um palácio renascentista. O Aquário de São Paulo, o Sesc Ipiranga e construções históricas, como o Educandário Sagrada Família, completam a lista de atrações do bairro.

3) Liberdade

José Cordeiro / SPTURISPraça da Liberdade

Em um dos bairros mais turísticos de São Paulo, os visitantes são transportados para o outro lado do mundo. Além da população, pois a região abriga a maior colônia nipônica fora do Japão, nas ruas encontramos pórticos e postes de luzes orientais, inúmeras lojinhas com produtos decorativos, restaurantes com as tradicionais iguarias asiáticas, karaokês e a famosa Feira da Liberdade, que aos fins de semana reúne diversas barraquinhas com bijuterias, roupas, peças decorativas e comidinhas que vão desde o oriental yakissoba ao brasileiríssimo acarajé. Para se aprofundar na trajetória do povo nipônico em terras tupiniquins, vale uma visita ao Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil.

4) Mooca

Divulgação

Museu da Imigração onde foi a hospedaria dos imigrantes

Outro bairro da capital muito influenciado pela cultura de outro país é a Mooca, meu! Além de gastronômico, com inúmeras cantinas, pizzarias tradicionais e até uma festa anual que reúne os mais deliciosos quitutes tipicamente italianos – a antiga Festa de San Gennaro, o bairro conta com o Museu da Imigração, o Teatro Gamaro, o Teatro Arthur Azevedo, o Nos Trilhos (espaço cultural que promove festas e exposições) e ainda pode render um passeio de Maria Fumaça.

5) Pinheiros

Instituto-Tomie-Otahke2Instituto Tomie Otahke

Mesmo sendo um dos bairros mais antigos de São Paulo, não espere encontrar apenas um clima bucólico. Os altos e modernos prédios provam que há tempos o passado deu lugar à modernidade. E é impossível não amar Pinheiros quando se pode conferir uma exposição no Instituto Tomie Ohtake, um show no Sesc Pinheiros, frequentar seus bares e restaurantes, curtir a natureza no Parque Villa-Lobos, passar a tarde na feira de antiguidades da Praça Benedito Calixto e depois contemplar a despedida do astro-rei na Praça do Pôr do Sol. Clique aqui para saber mais.

6) Sé

Patrícia Ribeiro / Passeios Baratos em SPPátio do Colégio

Bairro central que abriga a mais icônica praça da cidade, a Sé é o coração de São Paulo, e como o de uma mãe, sempre cabe mais um em seu eterno vai e vem de pessoas. Além da imponente Catedral da Sé com sua arquitetura gótica, é ali em frente a escadaria da igreja que está o Marco Zero, monumento que simboliza o centro geográfico da capital. Nas ruas paralelas encontramos inúmeras lojas, a Caixa Cultural, o Centro Cultural Banco do Brasil, o Pateo do Collegio e os famosos mirantes de São Paulo, o Banespão (fechado temporariamente) e o Edifício Martinelli.

7) Barra Funda

Dani AgostiniMemorial da América Latina

Toda a região que até o século 19 era uma enorme fazenda, hoje é um bairro muito movimentado da cidade, pois além da estação de metrô com ligação às linhas ferroviárias, abriga o Terminal Rodoviário. Mas não é só para ir a outro lugar que a Barra Funda serve. No bairro encontramos o Memorial da América Latina, a Casa Mário de Andrade, o Theatro São Pedro, o Espaço das Américas, o Parque da Água Branca e algumas opções de baladas para quem quiser virar a noite.

8) Bixiga

DivulgaçãoEscadaria do Bixiga

Neste bairro tradicional da cidade que foi influenciado por imigrantes italianos e ex-escravos, há muitas cantinas, padarias e acontece a tradicional Festa de Nossa Senhora de Achiropita. Mas, além de atrações gastronômicas, o Bixiga reserva heranças históricas, como os casarões da Rua dos Ingleses, as escadarias do Bixiga, os Arcos da Rua Jandaia e construções centenárias, como o edifício do Museu dos Óculos e a Vila Itororó, que abriga um centro cultural temporário. Aqui também é sede da escola de samba Vai-Vai e do Bloco dos Esfarrapados.  Já para garimpar antiguidades, a pedida é conferir a feira que acontece aos domingos na Praça Dom Orione. Quer conhecer a história deste bairro? Clique aqui para saber sobre um passeio guiado pelo Bixiga.

9) Campos Elíseos

Tuca VieiraVisão noturna da Sala São Paulo

O bairro próximo à estação Luz do metrô abrigava os ricos barões do café e até hoje ainda preserva algumas heranças históricas, como o Museu da Energia e o Palácio dos Campos Elísios, que foi inspirado no Castelo de Écouen, na França, e foi moradia dos governadores e sede do governo. Também vale uma visita ao Espaço Cultural Porto Seguro, que abriga exposições, e ao Sesc Bom Retiro, que oferece programação cultural de qualidade a preços populares. A Sala São Paulo, situada na Estação Júlio Prestes, além de outra atração de muita beleza arquitetônica, é palco para as apresentações da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

10) Bom Retiro

DivulgaçãoOficina Cultural Oswald de Andrade

O bairro é muito procurado por ser um dos principais centros comerciais da cidade, principalmente por quem está prestes a trocar alianças, já que o Bom Retiro abriga a famosa Rua José Paulino com muitas lojas com preços mais em conta que nos shoppings. Também abriga restaurantes gregos, árabes, coreanos, judeus, entre outros. Para uma passeio cultural coloque no roteiro a Oficina Cultural Oswald de Andrade e o Memorial da Cultura Judaica.

11) Vila Mariana

Patrícia Ribeiro / Passeios Baratos em SPVista a partir do MAC, cafezal do Instituto Biológico

Além de um animado circuito com bares e restaurantes famosos, o bairro também pode render bons passeios durante o dia, afinal abriga nada menos que o Parque do Ibirapuera. Com grandes áreas repletas de verde, o “pulmão da cidade” também conta com importantes atrações culturais, como o Museu Afro-Brasil, o MAC, o MAM, o Auditório do Ibirapuera, o Planetário e o Pavilhão Japonês. No bairro também é possível conhecer a Cinemateca e o Museu Lasar Segall.

12) Luz

Parque da Luz Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SPParque da Luz

Bem do ladinho da estação do metrô, o visitante já encontra algumas das principais atrações culturais da cidade. Na Luz o passeio é preenchido com a beleza arquitetônica da Estação Pinacoteca, às exposições da Pinacoteca de São Paulo, a gostosa área verde do Parque da Luz e o acervo do Museu de Arte Sacra, situado no Mosteiro da Luz. Próximo também está o Memorial da Resistência de São Paulo.

13) Avenida Paulista

Jose Cordeiro / SPTurisAvenida Paulista no cruzamento com a Avenida Brigadeiro Luis Antonio

Em meio ao incessante vai e vem da avenida há mundos culturais, arquitetônicos, boêmios e, mesmo com todo o concreto, verdes. Tem o icônico MASP e o seu vão livre movimentado, a Livraria Cultura, no Condomínio Conjunto Nacional, o Itaú Cultural, o Centro Cultural Fiesp e o Centro Cultural Casa das Rosas, que além da programação está instalado em uma mansão ao estilo clássico francês e conta com um belo jardim. Para mais contato com a natureza, corra para a Mata Atlântica do Parque Trianon e para o Parque Prefeito Mário Covas. Ao fim do horário de expediente, os bares lotam para o happy  hour, e aos domingos, fechada para carros, o asfalto fica livre para pedestres e ciclistas. Clique aqui para ler um post completo sobre a avenida Paulista.

14) Pacaembu

DivulgaçãoMuseu de Arte Brasileira da FAAP

O bairro nobre de São Paulo é tomado pela emoção dos torcedores e jogadores durante as partidas de futebol que acontecem no Estádio Municipal do Pacaembu, mas também rende bons passeios culturais, a começar pelo Museu do Futebol, situado dentro do estádio. Nas redondezas também tem o Museu de Arte Brasileira da FAAP, a Casa Modernista e a Casa Museu Guilherme de Almeida com o acervo pessoal do escritor e uma programação de palestras e oficinas.

15) Centro Velho

Mercado Municipal de São Paulo Foto: José Cordeiro/SPTurisMercado Municipal de São Paulo

Impregnado com anos e mais anos de histórias, o Centro Velho de São Paulo é imperdível no roteiro de quem quer conhecer os bairros da capital. São atrações indispensáveis o Mercado Municipal com seus famosos lanches de mortadela, a imponente arquitetura do Mosteiro de São Bento e o Largo São Francisco, onde estão importantes edifícios da cidade, tais como a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, a Igreja de São Francisco e a Igreja da Ordem Terceira da Penitência.

16) Centro Novo

Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SPO jardim no topo do edifício surpreende os visitantes

Os bairros pertencentes ao Centro Novo da cidade são recheados de atrações para todos os gostos, como assistir a um espetáculo no Teatro Municipal ou visitar o topo dos famosos edifícios Matarazzo, Itália e Copan, que além de mirantes são de grande importância na arquitetura da capital. Pelo centro ainda é possível garimpar um vinil na Galeria do Rock ou um artesanato na feira da Praça da República, ver um show na Praça das Artes e uma peça na Galeria Olido.

17) Água Funda

Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SPLago das Ninfeias do Jardim Botânico de São Paulo

O bairro da Zona Sul de São Paulo é o destino certo para quem procura por passeios naturais. É na Água Funda que está situado o Parque Zoológico, considerado um dos melhores do mundo por abrigar diversas espécies de animais, alguns raros e extintos. Quem prefere ver os animais livres, logo ao lado pode conferir o passeio do Zoo Safári. E para esquecer de vez que está na cidade grande, um passeio pela área repleta de natureza e sossego do Jardim Botânico é imperdível.

18) Santana

GRAFITE – SÃO PAULO (SP) - 21.11.2011 – GERAL – MUSEU A CÉU ABERTO LOCALIZADO NA AV. CRUZEIRO DO SUL,SANTANA - ZONA NORTE – FOTO: CAIO PIMENTA/SPTURISMuseu a Céu Aberto localizado na Avenida Cruzeiro do Sul 

O mais boêmio bairro da Zona Norte conta com muitos bares, restaurantes e baladinhas na movimentada Avenida Engenheiro Caetano Álvares. O dia também pode ser aproveitado ao ar livre e em contato com a natureza, praticando esportes no Parque da Juventude, contemplando a vista do Mirante de Santana ou conferindo os grafites do Museu Aberto de Arte Urbana. Para passeios culturais, estique o dia no Parque da Juventude com uma visita à Biblioteca de São Paulo, ou assista a um show no Sesc Santana e uma peça no Teatro Alfredo Mesquita.

19) Jardins

DivulgaçãoMIS – Museu da Imagem e do Som

A região que abriga os bairros do Jardim Europa e Jardim Paulista é cheia de belas mansões e conta com ótimas atrações culturais. Em um passeio é possível visitar o Museu da Casa Brasileira e conferir o acervo com móveis e objetos representativos da casa brasileira dos últimos séculos. Por lá também encontramos o Museu da Imagem e do Som, o Museu Brasileiro da Escultura e a Fundação Ema Klabin, que além da bela arquitetura e jardins de Burle Marx, divulga o acervo artístico reunido pela colecionadora.

20) Baixo Augusta / Rua Augusta

Fachada do Cinesesc

O endereço mais boêmio da cidade reúne em suas movimentadas noites pessoas de todos os tipos e tribos, dos engravatados em happy hour, passando pelas transexuais, roqueiros até chegar aos alternativos. Nela é possível fazer um corte de cabelo fashion, assistir a um filme no Espaço Itaú de Cinema ou no CineSesc, tomar uma cerveja na calçada, garimpar antiguidades nos sebos e brechós, comer comida indiana, mexicana, japonesa, vegetariana, pizza ou um lanche gourmet de Food Truck e, para fechar a noite, embalar na pista de alguma das casas noturnas.

 

Créditos catracalivre.com.br