Please disable Ad Blocker before you can visit the website !!!

Imóvel parado? Veja 5 dicas para alugar mais rápido

by Lello Imóveis   ·  5 dias ago  
thumbnail

Não está conseguindo alugar aquele imóvel parado? Temos cinco dicas incríveis que ajudarão você a atrair o inquilino. Leia e confira!

Com a vida que volta ao normal, é hora de investir naquele imóvel parado e deixá-lo mais atrativo para conseguir alugá-lo o mais rápido.

O avanço da vacinação em massa contra à Covid-19 trouxe, além de uma segurança a mais em relação à saúde, uma retomada nos mais diversos segmentos.

Destacamos que em 2021 o Conselho Nacional da Juventude do Brasil (Conjuve) realizou uma pesquisa envolvendo mais de 68 mil jovens, com idade entre 15 a 29 anos, e 54% deles responderam o retorno integral às aulas presenciais, controlada a pandemia.

O retorno das aulas presenciais aumenta a procura por locações por parte de universitários, mestrandos, doutorandos e demais estudantes que muitas vezes precisam deixar a sua cidade para morar em grandes centros.

Outro fator animador é que segundo dados do Ministério da Economia, em 2021 foram registrados 2,7 milhões de empregos formais no Brasil. 

Nesse cenário você pode acelerar a locação daquele imóvel que está parado há algum tempo. Quer saber como fazer isso? Confira nossas dicas.

Quais os prejuízos de ficar com o imóvel parado?

Comprar imóveis, sejam eles comerciais ou residenciais, é uma das mais seguras e rentáveis formas de construir um patrimônio, seja para morar, trabalhar, ou para investir.

Seja por necessidade de mudança de cidade por parte do proprietário ou por desocupação do inquilino anterior, deixar casas ou apartamentos fechados pode representar alguns prejuízos, ao passo que alugá-los pode dar bons retornos mensais.

Locar a sua casa, ou apartamento, até mesmo salas comerciais ou galpões, vai ajudar você a reduzir seus custos com:

  • valor do condomínio caso ele esteja situado em prédios ou residenciais,
  • IPTU, uma das despesas que mais pesa todo começo de ano,
  • despesas mensais de água e energia, caso mantenha as instalações ligadas.

Além dos gastos, outro quesito que gera preocupação em todo proprietário que tem um imóvel parado, em especial casas, é a segurança, já que todo o patrimônio fica mais vulnerável à ação de vândalos, por exemplo.

Como alugar imóvel parado?

O perfil do consumidor mudou nos últimos anos, e a cada dia ele se torna mais exigente e atento antes de fechar uma negociação. 

Quem procura um imóvel para alugar deseja conforto, funcionalidade, preço justo e acima de tudo boas experiências desde o momento da procura até o fechamento do contrato.

Pequenos e importantes detalhes fazem toda a diferença na hora de atrair e cativar o inquilino.

Abaixo você confere 5 dicas para alugar mais rapidamente.

São elas:

1) Pesquise o preço na região

É importante destacar que muitas vezes o imóvel parado apresenta dificuldade em ser alugado, porque o preço pedido pelo proprietário destoa do valor de referência da região. 

Se a casa ou o apartamento estiver localizado em condomínios horizontais, ou verticais, o ideal é pesquisar no próprio local e arredores quanto é cobrado pelos aluguéis do mesmo padrão e características.

Em casos de residências também é necessário comparar o preço cobrado por imóveis similares, em todo o bairro.

Além disso, quando alguém vai buscar um anúncio de locação na internet e filtra por preço, o apartamento ou a casa pode ficar de fora da pesquisa caso o preço esteja fora da média cobrada pelos demais proprietários. 

Por isso, se você deseja alugar mais rapidamente o seu imóvel parado peça um valor mensal de locação compatível com o preço do mercado, e nesse sentido o inquilino está sempre bem atento e exigente também.

É claro que a Lello está aqui para ajudar! Temos uma ferramenta que usa Inteligência Artificial para calcular quanto você pode cobrar no seu imóvel residencial. Acesse aqui: calculadora de aluguel.

2) Faça manutenção no imóvel

Quando se deseja alugar um imóvel parado, uma forma de conseguir locar mais rapidamente é investir na manutenção.

Pinturas descascadas, janelas, pisos e azulejos quebrados, além de pia vazando, por exemplo, farão o locatário desistir da sua oferta.

Nesse quesito, é preciso cuidar não só dos defeitos aparentes, mas revisar também os ocultos, como encanamento, partes elétrica e hidráulica. 

São as manutenções que valorizam todo o local e mostram o cuidado do proprietário. 

A dica é fazer uma boa pintura em tons que geralmente agradam a todos os gostos, como tons pastel ou branco. 

Todo proprietário precisa considerar que o inquilino está buscando um lugar para ser o lar e ele passar com as pessoas que ama bons momentos da vida. Por isso, ele procura algo aconchegante, organizado e confortável, e a paleta de cores pode ajudar nesse sentido. 

3) Invista em anúncios

Seja em sites e aplicativos especializados ou por imobiliárias, quem quer alugar logo precisa mostrar o seu imóvel na web.

Comece elaborando as fotos. Registre tudo o que o local oferece, como áreas externas, de lazer e quintal, por exemplo, e também os detalhes importantes do interior. 

Você pode incrementar, fazendo um tour pela casa e disponibilizando o vídeo. Use câmeras profissionais ou celulares com boa resolução priorizando a qualidade da imagem e preferencialmente faça as fotos, principalmente as externas em dias ensolarados.

Aqui, na Lello, disponibilizamos profissionais para tirar as melhores fotos do seu imóvel e, assim, alugá-lo com mais facilidade.

Outro ponto importante no anúncio é se certificar de que todas as informações sobre o imóvel estão corretas e exatas. Um dado errado sobre valor do IPTU ou do condomínio pode atrapalhar o fechamento do contrato.

Mostre o real valor do seu imóvel e não estamos falando de preços e sim dos benefícios e experiências que ele vai promover ao inquilino. 

Por isso, além das informações básicas, fale sobre os benefícios de morar na região, mostre toda a estrutura comercial do bairro, as opções de lazer, escolas e de cultura. 

Se a localidade é voltada para estudantes, ou familiar, mostre tudo o que o local oferece para facilitar o dia a dia do morador.

Todas as informações devem ser claras e transparentes. Não apresente aquilo que não tem e nem omita detalhes importantes. Isso pode surpreender de forma negativa na hora da visita.

4) Veja se o imóvel está em boas condições para visitas

Quando você tem um imóvel parado e deseja alugá-lo é preciso ter em mente que ele passará a ser o lar de um estudante, de casais, ou de famílias já constituídas.

Quando alguém se interessa em visitar uma casa ou um apartamento anunciado é porque encontrou alguma afinidade e se interessou pelas imagens mostradas nos anúncios.

Por isso, antes de receber um futuro inquilino para visitar o imóvel certifique-se de que todos os cômodos estejam em boas condições para serem mostrados.

Nesse quesito, ambientes com a manutenção em dia, arejados, organizados, limpos e bem arrumados fazem toda a diferença para cativar e estimular o futuro inquilino pela decisão do aluguel.

5) Seja flexível na negociação

Como já falamos o consumidor moderno, e isso inclui o inquilino, deseja boas experiências no processo de procurar um imóvel para morar.

Esse processo envolve desde despertar o interesse dele por meio dos anúncios, o encantamento durante a visita e a flexibilidade do proprietário durante todo o processo de negociação.

Pode ser que apareça uma proposta que não é exatamente o que você pediu, mas vale a pena considerar. Nessa hora, é preciso ser flexível, até porque muitos trabalhadores ainda sofrem com as consequências da pandemia nas suas rendas e buscam negociar o melhor contrato.

Desse modo, quem é muito rígido acaba não fechando negócio, porque têm muitos proprietários sempre super abertos a negociar.

Agora que você conferiu nossas dicas para alugar um imóvel parado mais rapidamente, cadastre a sua casa ou apartamento para locação aqui na Lello Imóveis.

Em apenas três passos você terá o seu apartamento ou a sua casa anunciados gratuitamente em nosso site e portais imobiliários. Nós oferecemos todo o suporte que você precisa para avaliar e cumprir todas essas nossas dicas. Acesse aqui e divulgue.